This page contains a Flash digital edition of a book.
Entretanto, a velocidade só tem uti-


lidade na direção certa. Correr na dire- ção contrária só o afastará mais e mais do seu objetivo. E pior do que gastar tempo e dinheiro é gastá-los sem ne- nhum retorno para a empresa. Ou pior, gastá-los e piorar o resultado! A relação com o cliente se constrói


em longo prazo, mas o resultado da nova ideia vem rápido. Ou não vem! A máxima para novos negócios também vale para novas ideias e estratégias: modelagem é o segredo. Simule a ope-


A mudança é o que mantém as empresas vivas, o mercado aquecido e os clientes e empresários felizes


ração em pequena escala e teste se dá certo. Entenda e corrija rapidamente os erros, eles servem para fortalecer o seu negócio. E só então aumente a operação, e seja agressivo nessa fase. Portanto, ajuste a sensibilidade do seu radar, seja mais crítico antes de co-


Prêmio A Academia da Estratégia &


Co., empresa especializada em coaching, da qual Alessandro Saade é o diretor de conteúdo, recentemente foi eleita por revista especializada uma das maiores empresas da América Latina no fornecimento de informações sobre serviços de Treinamento e


Desenvolvimento. A Música & Mercado parabeniza o colunista, que há anos também


fornece conteúdo útil e inteligente para os profi ssionais que atuam nos segmentos de instrumentos musicais, áudio e iluminação. (Redação)


locar uma ideia no ar, tenha controle, acompanhe todo o processo e tenha a coragem de mudar ou mesmo parar a operação se entender que os esforços não estão trazendo resultados. Você está esperando o quê? Va-


mos mudar! n


Page 1  |  Page 2  |  Page 3  |  Page 4  |  Page 5  |  Page 6  |  Page 7  |  Page 8  |  Page 9  |  Page 10  |  Page 11  |  Page 12  |  Page 13  |  Page 14  |  Page 15  |  Page 16  |  Page 17  |  Page 18  |  Page 19  |  Page 20  |  Page 21  |  Page 22  |  Page 23  |  Page 24  |  Page 25  |  Page 26  |  Page 27  |  Page 28  |  Page 29  |  Page 30  |  Page 31  |  Page 32  |  Page 33  |  Page 34  |  Page 35  |  Page 36  |  Page 37  |  Page 38  |  Page 39  |  Page 40  |  Page 41  |  Page 42  |  Page 43  |  Page 44  |  Page 45  |  Page 46  |  Page 47  |  Page 48  |  Page 49  |  Page 50  |  Page 51  |  Page 52  |  Page 53  |  Page 54  |  Page 55  |  Page 56  |  Page 57  |  Page 58  |  Page 59  |  Page 60  |  Page 61  |  Page 62  |  Page 63  |  Page 64  |  Page 65  |  Page 66  |  Page 67  |  Page 68  |  Page 69  |  Page 70  |  Page 71  |  Page 72  |  Page 73  |  Page 74  |  Page 75  |  Page 76  |  Page 77  |  Page 78  |  Page 79  |  Page 80  |  Page 81  |  Page 82  |  Page 83  |  Page 84  |  Page 85  |  Page 86  |  Page 87  |  Page 88  |  Page 89  |  Page 90  |  Page 91  |  Page 92  |  Page 93  |  Page 94  |  Page 95  |  Page 96  |  Page 97  |  Page 98  |  Page 99  |  Page 100  |  Page 101  |  Page 102  |  Page 103  |  Page 104