This page contains a Flash digital edition of a book.
EDITORIAL


STAFF CEO & Publisher


Daniel A. Neves


Diretora de Redação Ana Carolina Coutinho (MTB: 52.423)


Diretor de Arte Dawis Roos


Departamento Comercial (Brasil) Denise Azevedo comercial@musicaemercado.com.br Tel.: (11) 3567-3022


Departamento Comercial (Internacional) inter2@musicaymercado.com


Administração e Finanças Rosângela Ferreira


Revisão de Texto Hebe Ester Lucas


Assinaturas assinaturas@musicaemercado.com.br


Colaboradores Alessandro Saade, Ann Lévizon, Antônio J. Reina, Costa Lakoumentas, Joey Gross Brown, Laís Jarruj Beliki, Luiz Carlos Uhlik, Marta Rojas, Miguel De Laet e Sydnei Carvalho


Impressão e Acabamento Vox Gráfi ca e Editora


Música & Mercado® Caixa Postal: 2162 - CEP: 04602-970 São Paulo / SP / Brasil


Tel.: +55 (11) 3567-3022 Autorizada a reprodução com a citação da Música & Mercado, edição e autor. Música & Mercado não é responsável pelo conteúdo e serviços prestados nos anúncios publicados.


Publicidade Anuncie na Música & Mercado comercial@musicaemercado.com.br


Parcerias Necessidade de ação


Neste mês de maio, escrevi de forma bem coloquial quatro textos. Eles fa- lavam sobre a forma como o presidente da Abemúsica vinha gerindo a associação.


Obviamente recebi críticas, poucas, é verdade. A maior parte, ao todo mais de 240 compartilhamentos nas redes sociais, mostra que há mais aceitação. Você contrataria para dirigir a sua empresa alguém colocado publi- camente como suspeito de ‘maquiar’ a parte fi nanceira de uma instituição re- nomada como a Fundação Abrinq? Nós, do mercado da música, sim.


Alguns dos conselheiros da entidade questionaram o ‘tom’ de minhas críticas ou o ‘caráter pessoal’ com o qual escrevi, ou ainda a publicação de ‘números’ (disponíveis na internet); focaram na ironia, mas não nos pontos sérios propostos: melhor prestação de contas, transparência nas eleições, planejamento de ações e medição de resultados. De maneira sofi sta, transformaram o questionador (ou seria apenas um membro que quer informação?) em um ‘afrontador’.


De onde tirei a questão de ‘maquiar’ números? Saiu no jornal O Estado de S.Paulo (http://goo.gl/NaRr5X.): “A fundação [Abrinq] se afastou do foco na questão das crianças e adolescentes para se dedicar a números. E maquiados. Quando você olha de perto, os programas são ocos. E isso é um grande desperdício para o capital humano que a Abrinq construiu com muito esforço ao longo de 20 anos”, disse o presidente do Conselho Consul- tivo da época, o psicanalista Jorge Broide, com 15 anos na Abrinq.


Na época, a grave suspeita da gestão fi nanceira duvidosa por parte de Synésio Batista da Costa fez com que 23 de 28 membros do Conse- lho Consultivo pedissem desligamento — entre eles, o fundador, o empresário Oded Grajew, dois ex-presidentes da organização, Sérgio Mindlin e Hélio Mat- tar, e o ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso.


A meu ver, a energia da Abemúsica deve ser colocada a serviço do mercado o ano todo, não somente no período da Expomusic. Nossos conselhei- ros na Abemúsica não estranham nada. Está tudo indo perfeitamente bem com a entidade e eu estou sendo impertinente.


Preocupa-me também a caixa-preta das fi nanças da Abemúsica. Ninguém questiona uma auditoria e dão lugar ao fatalismo: “É assim mesmo, nin- guém tem como tirar ele de lá”.


E eu só quero um mercado melhor para todos. Associados


* Donald McGannon (1920 - 1984) foi um executivo de broadcasting durante os anos de formação da indústria da televisão nos EUA. Foi um ativista com relação ao uso consciente da transmissão de informação e trabalhou assiduamente para melhorar os padrões de rádio e televisão.


@musicaemercado 36 www.musicaemercado.com.br @musicaemercado fb.com/musicaemercado fb.com/musicaemercado 17 mm


DANIEL A. NEVES CEO & PUBLISHER


“LIDERANÇA É AÇÃO, E NÃO POSIÇÃO.” — DONALD McGANNON*


Page 1  |  Page 2  |  Page 3  |  Page 4  |  Page 5  |  Page 6  |  Page 7  |  Page 8  |  Page 9  |  Page 10  |  Page 11  |  Page 12  |  Page 13  |  Page 14  |  Page 15  |  Page 16  |  Page 17  |  Page 18  |  Page 19  |  Page 20  |  Page 21  |  Page 22  |  Page 23  |  Page 24  |  Page 25  |  Page 26  |  Page 27  |  Page 28  |  Page 29  |  Page 30  |  Page 31  |  Page 32  |  Page 33  |  Page 34  |  Page 35  |  Page 36  |  Page 37  |  Page 38  |  Page 39  |  Page 40  |  Page 41  |  Page 42  |  Page 43  |  Page 44  |  Page 45  |  Page 46  |  Page 47  |  Page 48  |  Page 49  |  Page 50  |  Page 51  |  Page 52  |  Page 53  |  Page 54  |  Page 55  |  Page 56  |  Page 57  |  Page 58  |  Page 59  |  Page 60  |  Page 61  |  Page 62  |  Page 63  |  Page 64  |  Page 65  |  Page 66  |  Page 67  |  Page 68  |  Page 69  |  Page 70  |  Page 71  |  Page 72  |  Page 73  |  Page 74  |  Page 75  |  Page 76  |  Page 77  |  Page 78  |  Page 79  |  Page 80  |  Page 81  |  Page 82  |  Page 83  |  Page 84  |  Page 85  |  Page 86  |  Page 87  |  Page 88  |  Page 89  |  Page 90  |  Page 91  |  Page 92  |  Page 93  |  Page 94  |  Page 95  |  Page 96  |  Page 97  |  Page 98  |  Page 99  |  Page 100  |  Page 101  |  Page 102  |  Page 103  |  Page 104