This page contains a Flash digital edition of a book.
DH69


O violão mais indicado e recomendado pelos professores do país para o estudo de violão. O modelo tem excelente acabamento, a melhor ergonomia da categoria e está disponível nas versões acústico e eletroacústico.


EPE 860


Considerado um dos melhores violões disponíveis do mercado. O modelo assinado pelo consagrado virtuose Alessandro Penezzi é


construído totalmente com madeiras padrão AAA pelo luthier Clodoaldo Pirajá. Uma obra prima do atelier Eagle para você!


SA 501


É um dos saxofones mais tradicionais da linha de metais da Eagle.


Ele se destaca pela qualidade de sua construção e pelos materiais que o compõe. Ajustadas manualmente, as chaves ergonômicas oferecem maior conforto, respostas rápidas e afinação precisa. Este modelo apresenta um belíssimo visual e uma excepcional sonoridade.


EGA 0348


Acordeon com 48 baixos, 03 registros, 26 teclas tipo piano, 2ª de voz, estojo Extra Luxo com puxador e rodas para facilitar o transporte. Com o corpo em diversas cores, seu fole com cores vibrantes é um destaque.


SAX 510


Saxofone alto premium laqueado, com gravuras no corpo, tudel e campana. Feito em bronze 85/15, possui chaves com microrregulagem de abertura em madre pérola. Sapatilhas Pisoni de pelica italiana e ressonador de metal. Um instrumento top de linha feito especialmente para músicos profissionais.


EGA 13120 Acordeon


PROFISSIONAL com 120 baixos, 13


registros, 41 teclas tipo piano, 4ª de


voz, estojo Extra Luxo com puxador e rodas para facilitar o transporte.


Page 1  |  Page 2  |  Page 3  |  Page 4  |  Page 5  |  Page 6  |  Page 7  |  Page 8  |  Page 9  |  Page 10  |  Page 11  |  Page 12  |  Page 13  |  Page 14  |  Page 15  |  Page 16  |  Page 17  |  Page 18  |  Page 19  |  Page 20  |  Page 21  |  Page 22  |  Page 23  |  Page 24  |  Page 25  |  Page 26  |  Page 27  |  Page 28  |  Page 29  |  Page 30  |  Page 31  |  Page 32  |  Page 33  |  Page 34  |  Page 35  |  Page 36  |  Page 37  |  Page 38  |  Page 39  |  Page 40  |  Page 41  |  Page 42  |  Page 43  |  Page 44  |  Page 45  |  Page 46  |  Page 47  |  Page 48  |  Page 49  |  Page 50  |  Page 51  |  Page 52  |  Page 53  |  Page 54  |  Page 55  |  Page 56  |  Page 57  |  Page 58  |  Page 59  |  Page 60  |  Page 61  |  Page 62  |  Page 63  |  Page 64  |  Page 65  |  Page 66  |  Page 67  |  Page 68  |  Page 69  |  Page 70  |  Page 71  |  Page 72  |  Page 73  |  Page 74  |  Page 75  |  Page 76  |  Page 77  |  Page 78  |  Page 79  |  Page 80  |  Page 81  |  Page 82  |  Page 83  |  Page 84  |  Page 85  |  Page 86  |  Page 87  |  Page 88  |  Page 89  |  Page 90  |  Page 91  |  Page 92  |  Page 93  |  Page 94  |  Page 95  |  Page 96  |  Page 97  |  Page 98  |  Page 99  |  Page 100  |  Page 101  |  Page 102  |  Page 103  |  Page 104