This page contains a Flash digital edition of a book.
Kickboxing


O “KICKBOXING” AINDA NÃO É ACEITE NOS JOGOS OLÍMPICOS!


Aquando da deslocação de “O Praticante” a Miranda do Corvo para a cobertura do Campeonato Nacional de Kickboxing- 2011, (ver artigo) tivemos a oportunidade de entrevistar o Presidente da Fed. Port. de Kickboxing e MuayThai,


Mário Fernandes, que prontamente nos concedeu alguns minutos do seu precioso tempo. Aqui fica o testemunho:


O que é este desporto? A nossa modalidade abrange certas disciplinas, como o “semi con- tact, o lai contact, o light kick, o full contact, o loud kick e o k-1. Existe ainda o muaythai, mas que não vai estar presente neste evento. É uma modalidade olímpica?


De facto, as Olimpíadas ainda não contam connosco, embora te- nhamos umas Olimpíadas próprias que engloba o Kicboxing, cha- mado de” Jogos das Artes Marciais”, e disputado em Pequim, mas quanto a J.O., é por enquanto difícil de entrar. É uma modalidade um pouco violenta?


Não, isso é uma falsa questão. Quando se fala em violência temos que ter em mente que esta modalidade é disputada por atletas a par- tir dos oito anos de idade e se houvesse algum tipo de violência, os próprios pais seriam os primeiros a não inscreverem os filhos neste desporto. O problema, da, chamada violência, é o desporto de topo de gama, ou seja, quando se fala de profissionais, aí sim, dá a impressão de agressão, ou em golpes mais potentes, mas neste caso estamos a falar de atletas que se defendem melhor, mas nunca como um ataque tipo agressão.


Qual é o balanço que faz deste evento aqui em Miranda do Cor- vo?


Como sabe, eu sou o Presidente da Federação e posso dizer que o balanço que faço tem a nota EXCELENTE. Estiveram aqui mais de 800 atletas, 150 treinadores, 35 árbitros, quase 30 pessoas da organiza- ção, e entre eles, 6 associações regionais, o que leva a perceber uma grandeza enorme, e até a própria Câmara Municipal está agradada com a nossa prestação, pois conseguimos encher este pavilhão com a nossa modalidade, distribuída por seis áreas de actuação, com um total de 600 combates. È mesmo uma” coisa do outro mundo”. È um desporto que está em crescendo no País? Está a crescer e tem grande desenvolvimento dentro da área da competição amadora Suponho que já folheou a nossa Revista. Qual é a impressão


que tem?


É uma Revista muito boa, e estamos agradados pelo apoio que tem dado ao Kickboxing, e também pelo desenvolvimento que a Revista tem tido nestes últimos anos. É um apoio muito importante para nós, e para toda a modalidade e prometemos divulgar todos os eventos que tenhamos desta modalidade. Estão de parabéns, mais não seja pela chamada de atenção para modalidades amadoras “totalmen- te ignoradas” pelos jornais e consequentemente, desconhecidas da população.


Texto: José Carlos Pinto Julho 2011 52


Rui Tejo (Carla Silva Team) vs Filipe Costa (Dinamite Team) -74kg Light-Kick 1/4 Final


Ana Alves (Ginásio Viva Fitness) vs Bruna Livramento (Clu- be Kickboxing do Funchal) -55kg Light-Kick, com o árbitro Mikcael Lavos


Page 1  |  Page 2  |  Page 3  |  Page 4  |  Page 5  |  Page 6  |  Page 7  |  Page 8  |  Page 9  |  Page 10  |  Page 11  |  Page 12  |  Page 13  |  Page 14  |  Page 15  |  Page 16  |  Page 17  |  Page 18  |  Page 19  |  Page 20  |  Page 21  |  Page 22  |  Page 23  |  Page 24  |  Page 25  |  Page 26  |  Page 27  |  Page 28  |  Page 29  |  Page 30  |  Page 31  |  Page 32  |  Page 33  |  Page 34  |  Page 35  |  Page 36  |  Page 37  |  Page 38  |  Page 39  |  Page 40  |  Page 41  |  Page 42  |  Page 43  |  Page 44  |  Page 45  |  Page 46  |  Page 47  |  Page 48  |  Page 49  |  Page 50  |  Page 51  |  Page 52  |  Page 53  |  Page 54  |  Page 55  |  Page 56  |  Page 57  |  Page 58  |  Page 59  |  Page 60  |  Page 61  |  Page 62  |  Page 63  |  Page 64  |  Page 65  |  Page 66  |  Page 67  |  Page 68  |  Page 69  |  Page 70  |  Page 71  |  Page 72  |  Page 73  |  Page 74  |  Page 75  |  Page 76  |  Page 77  |  Page 78  |  Page 79  |  Page 80  |  Page 81  |  Page 82  |  Page 83  |  Page 84  |  Page 85  |  Page 86  |  Page 87  |  Page 88  |  Page 89  |  Page 90  |  Page 91  |  Page 92  |  Page 93  |  Page 94  |  Page 95  |  Page 96  |  Page 97  |  Page 98  |  Page 99  |  Page 100