This page contains a Flash digital edition of a book.
Kickbpxing TAÇA DE PORTUGAL


GINÁSIO CLUBE FIGUEIRENSE GRANDE VENCEDOR


A Taça de Portugal foi realizada em duas disciplinas, Kickboxing Low-Kick e Kickboxing Light-Contact,


A


Taça de Portugal 2011 que decorreu no Pavilhão Mu- nicipal da Anadia, teve 388 Atletas inscritos, entre es- tes 305 estiveram em competição directa, efectuando entre si 211 combates nas duas disciplinas, para con-


seguirem pontuar para as 27 Equipas presentes neste evento. O grande vencedor da Taça de Portugal 2011 foi o Ginásio Clube Figueirense, que teve de ser encontrado através do de- sempate “pelo menor número de Atletas inscritos na prova”, em virtude de no final existir um empate de pontos entre o Ginásio Clube Figueirense e a equipa da casa o CuryGim. Esta situação realça bem a disputa que existiu em todos os combates do princípio ao fim. No Final da Prova Manuel Teixeira, Treinador do Ginásio Clu- be Figueirense comentou:


“Grande Surpresa! Nunca pensei conquistar esta prova dado que os atletas vieram para rodarem para o Campeonato Nacional. O último combate foi muito equilibrado com a vitória da Carina Mata Maia. Este clube trabalha para a formação e esta Taça significa muito para estes atletas. Referiu Manuel Teixeira.”


Equipa Vencedora da Taça de Portugal Ginásio Clube Figueirense 18 Pontos Finais


Kickboxing Low-Kick 1º Clube Dinamite Team 13 pts / 2º Curigym 11 pts / 3º Associação Académica de Coimbra 9 pts


47 Julho 2011


Kickboxing Light-Contact 1º Ginásio Clube Figuei- rense, 13 pts / 2º Ginásio Clube Mirandelense 11 pts / 3º Pé de Chumbo 9 pts


Page 1  |  Page 2  |  Page 3  |  Page 4  |  Page 5  |  Page 6  |  Page 7  |  Page 8  |  Page 9  |  Page 10  |  Page 11  |  Page 12  |  Page 13  |  Page 14  |  Page 15  |  Page 16  |  Page 17  |  Page 18  |  Page 19  |  Page 20  |  Page 21  |  Page 22  |  Page 23  |  Page 24  |  Page 25  |  Page 26  |  Page 27  |  Page 28  |  Page 29  |  Page 30  |  Page 31  |  Page 32  |  Page 33  |  Page 34  |  Page 35  |  Page 36  |  Page 37  |  Page 38  |  Page 39  |  Page 40  |  Page 41  |  Page 42  |  Page 43  |  Page 44  |  Page 45  |  Page 46  |  Page 47  |  Page 48  |  Page 49  |  Page 50  |  Page 51  |  Page 52  |  Page 53  |  Page 54  |  Page 55  |  Page 56  |  Page 57  |  Page 58  |  Page 59  |  Page 60  |  Page 61  |  Page 62  |  Page 63  |  Page 64  |  Page 65  |  Page 66  |  Page 67  |  Page 68  |  Page 69  |  Page 70  |  Page 71  |  Page 72  |  Page 73  |  Page 74  |  Page 75  |  Page 76  |  Page 77  |  Page 78  |  Page 79  |  Page 80  |  Page 81  |  Page 82  |  Page 83  |  Page 84  |  Page 85  |  Page 86  |  Page 87  |  Page 88  |  Page 89  |  Page 90  |  Page 91  |  Page 92  |  Page 93  |  Page 94  |  Page 95  |  Page 96  |  Page 97  |  Page 98  |  Page 99  |  Page 100