This page contains a Flash digital edition of a book.
Orientação


O Portugal O’ Meeting 2011, chegou ao fim. Oleksandr Kratov e Simone Niggli seguraram a liderança e sagraram-se os grandes vencedores desta décima-sexta edição.


A


pós três dias de bom tempo, a chuva fez finalmente a sua aparição no Portugal O’ Meeting, retirando algum do bri- lho a uma festa que, ainda assim, acabou em beleza. As Herdades de Entre Ribeiras e Coutadas foram palco pelo segundo dia consecutivo duma grande prova de Orientação, ofe- recendo uma Distância Longa menos exigente do ponto de vista técnico que nos dias anteriores, mas que serviu de tira-teimas no tocante ao escalonamento final dos atletas. Ao todo, passaram por este Portugal O’ Meeting um total de 1849 atletas, dos 1917 inscri- tos, o que é bem elucidativo da grandeza do evento. A organização, face à adversidade das condições atmosféricas, voltou a estar à altura, apesar dos problemas terem surgido com maior acuidade neste final de festa. Os espaços abrigados da chu- va e do vento foram exíguos, mas a boa vontade e o fair-play de todos os participantes acabou por prevalecer e tudo acabou da melhor forma.


SIMONE NIGGLI FAZ O “PLENO”


Passando ao vector competitivo, Oleksandr Kratov (OK Orion) soube segurar a liderança e, na sua estreia num Portugal O’ Mee- ting, venceu de forma incontestável. Valendo-se duma enorme regu- laridade – segundo classificado nos primeiro e terceiro dias, terceiro classificado na segunda etapa – o ucraniano foi quinto classificado no derradeiro dia, terminando com um total de 3775.4 pontos. Na se- gunda posição, com 3715.9 pontos, classificou-se Philippe Adamski (Kalevan Rasti), um atleta de eleição que entrou da melhor forma na competição, tendo vencido a etapa do primeiro dia, na Coudelaria Alter-Real. Todavia, o 16º lugar do segundo dia deitou por terra as aspirações do francês no tocante à vitória final. Jerker Lysell (Rehns Bk) alcançou resultados modestos nas três primeiras etapas, mas o segundo lugar na última prova valeu-lhe o terceiro lugar do pódio com um total de 3671.0 pontos. Tiago Aires (GafanhOri) concluiu na 13ª posição da Geral com 3516.5 pontos e foi o melhor português, embora neste último dia Diogo Miguel (Ori-Estarreja) tivesse estado melhor, terminando no 15º lugar o que lhe valeu a entrada no top 20 do Portugal O’ Meeting 2011, tendo sido precisamente o 20º classifi- cado com um total de 3443,1 pontos. Líder incontestado do ranking mundial, o francês Thierry Gueorgiou (Kalevan Rasti) passeou a sua classe por este Portugal O’ Meeting, venceu com distinção as três derradeiras provas, nomeadamente a prova WRE (os 1426 pontos atribuidos para o ranking mundial constituem a 17ª melhor marca de sempre) mas a sua ausência no primeiro dia de provas, por lesão no joelho, impediu-o de fazer o pleno.


Quem fez o pleno foi a suiça Simone Niggli (Swiss Orienteer) e, sabe-se agora, grávida (!). Quatro provas, quatro vitórias, 4000 pon- tos no final o que é, a par da performance de Thierry Georgiou em S. Pedro do Sul (2007), a maior pontuação de sempre dum atleta num Portugal O’ Meeting. Depois de 2002 (Praia da Vieira e Ma- rinha Grande) e de 2010 (Figueira da Foz), Simone Niggli venceu pela terceira vez a prova portuguesa e separa-se em definitivo da


Maio 2011 82


Page 1  |  Page 2  |  Page 3  |  Page 4  |  Page 5  |  Page 6  |  Page 7  |  Page 8  |  Page 9  |  Page 10  |  Page 11  |  Page 12  |  Page 13  |  Page 14  |  Page 15  |  Page 16  |  Page 17  |  Page 18  |  Page 19  |  Page 20  |  Page 21  |  Page 22  |  Page 23  |  Page 24  |  Page 25  |  Page 26  |  Page 27  |  Page 28  |  Page 29  |  Page 30  |  Page 31  |  Page 32  |  Page 33  |  Page 34  |  Page 35  |  Page 36  |  Page 37  |  Page 38  |  Page 39  |  Page 40  |  Page 41  |  Page 42  |  Page 43  |  Page 44  |  Page 45  |  Page 46  |  Page 47  |  Page 48  |  Page 49  |  Page 50  |  Page 51  |  Page 52  |  Page 53  |  Page 54  |  Page 55  |  Page 56  |  Page 57  |  Page 58  |  Page 59  |  Page 60  |  Page 61  |  Page 62  |  Page 63  |  Page 64  |  Page 65  |  Page 66  |  Page 67  |  Page 68  |  Page 69  |  Page 70  |  Page 71  |  Page 72  |  Page 73  |  Page 74  |  Page 75  |  Page 76  |  Page 77  |  Page 78  |  Page 79  |  Page 80  |  Page 81  |  Page 82  |  Page 83  |  Page 84  |  Page 85  |  Page 86  |  Page 87  |  Page 88  |  Page 89  |  Page 90  |  Page 91  |  Page 92  |  Page 93  |  Page 94  |  Page 95  |  Page 96  |  Page 97  |  Page 98  |  Page 99  |  Page 100