This page contains a Flash digital edition of a book.
BTT TT AJUDA DE BERÇO


de puro convívio, onde não houve qual- quer tipo de classificações.


Tiago Ferreira:


Foi a convite do Carlos Coelho que me desloquei à Gloria do Ribatejo a fim de participar no Passeio de BTT da Ajuda de Berço. Quando o Carlos me ligou e disse o que estavam a pensar fazer eu aceitei de imediato visto se tratar de uma causa tão importante, e eu estou sempre dipos- to a ajudar com o que puder... O passeio estava 5 estrelas, muitíssi- mo bem organizado e com muitos parti- cipantes, o que eu adorei ver, pois todos os lucros revertiam a favor da AJUDA DO BERÇO!!!! É de saudar iniciativas como estas e de louvar todo o esforço que o Carlos Coelho teve para pôr este passeio de “pé”, e apesar de todas as adversi- dades conseguiu fazer um passeio fan- tástico! Parabéns ao Trilho Perdido e ao Carlos pelo evento que criaram e pelo fantástico Domingo de btt que propo- cionaram a todos aqueles que se des- locaram à Glória do Ribatejo, e podem contar comigo para a próxima edição em 2012!!!


Marco Chagas: Foi com enorme prazer que participei, no passado dia 30 de Janeiro, no Pas- seio de BTT Ajuda de Berço na Glória do Ribatejo. Não só por ter um fim solidário, mas também por ser uma organização Trilho Perdido, sinónimo de qualidade, o que acabou por se confirmar ao longo dos belos trilhos e, mesmo sendo pas- seio, a malta não se deixou vencer pelo frio. Assim que o jeep saiu da frente, lá vai disto e toca a andar. Espero que o principal objectivo tenha sido atingido e a Ajuda de Berço faça bom uso do donati-


Publicidade


vo que se conseguiu nesta bela iniciativa do meu amigo Carlos Coelho.


Organização: A ideia de realizar este passeio de so- lidariedade surgiu depois de dar na TV que a Ajuda de Berço estava em risco de fechar uma das suas casas de acolhi- mento de crianças em risco. De imediato entrei em contacto com a Instituição e ofereci a nossa ajuda para tentar anga- riar o máximo de dinheiro possível. Tive desde o início a ajuda de amigos, atletas de topo a nível nacional e de empresas, mas por incrível que pareça não tivemos o mesma apoio das entidades locais que nos criaram muitas dificuldades na rea- lização deste evento, e aproveito para agradecer à presidente da Câmara de Salvaterra de Magos, a Srª Ana Cristina Ribeiro que após tanta pressão para a não autorização do evento, foi isenta e sensível à causa, e deu o seu aval. Quanto ao passeio propriamente dito acho que foi um sucesso, pois consegui- mos reunir cerca de quatrocentos parti- cipantes que se divertiram nos trilhos e caminhos que escolhemos, não havendo quedas graves a registar que era algo que era nossa prioridade. Tinhamos duas equipas no terreno com veículos todo- -o-terreno para ajudar os participantes em algum precalço que pudesse surgir, e que foram usados no final do passeio para limpar o percurso e retirar todas as marcações que tinhamos colocado, sen- do que às 15h já não havia sinais de fitas ou placas no percurso. Para o ano vamos realizar novamente o Passeio de BTT Ajuda de Berço mas agora numa localidade mais no centro do país para possibilitar uma maior adesão de participantes.


25 Maio 2011


Page 1  |  Page 2  |  Page 3  |  Page 4  |  Page 5  |  Page 6  |  Page 7  |  Page 8  |  Page 9  |  Page 10  |  Page 11  |  Page 12  |  Page 13  |  Page 14  |  Page 15  |  Page 16  |  Page 17  |  Page 18  |  Page 19  |  Page 20  |  Page 21  |  Page 22  |  Page 23  |  Page 24  |  Page 25  |  Page 26  |  Page 27  |  Page 28  |  Page 29  |  Page 30  |  Page 31  |  Page 32  |  Page 33  |  Page 34  |  Page 35  |  Page 36  |  Page 37  |  Page 38  |  Page 39  |  Page 40  |  Page 41  |  Page 42  |  Page 43  |  Page 44  |  Page 45  |  Page 46  |  Page 47  |  Page 48  |  Page 49  |  Page 50  |  Page 51  |  Page 52  |  Page 53  |  Page 54  |  Page 55  |  Page 56  |  Page 57  |  Page 58  |  Page 59  |  Page 60  |  Page 61  |  Page 62  |  Page 63  |  Page 64  |  Page 65  |  Page 66  |  Page 67  |  Page 68  |  Page 69  |  Page 70  |  Page 71  |  Page 72  |  Page 73  |  Page 74  |  Page 75  |  Page 76  |  Page 77  |  Page 78  |  Page 79  |  Page 80  |  Page 81  |  Page 82  |  Page 83  |  Page 84  |  Page 85  |  Page 86  |  Page 87  |  Page 88  |  Page 89  |  Page 90  |  Page 91  |  Page 92  |  Page 93  |  Page 94  |  Page 95  |  Page 96  |  Page 97  |  Page 98  |  Page 99  |  Page 100