This page contains a Flash digital edition of a book.
Eu, Heinrich Himmler, redijo esta carta para me despedir da minha querida Alemanha que, por culpa dos outros países, não se tornou na potência que podia ter sido.


Depois de tanto esforço, acabamos de perder uma guerra e a perder tudo aquilo que tínha- mos. Devíamos simplesmente ter ficado parados enquanto tudo e todos nos tentavam tirar ainda mais do que já tinham tirado?


Lutem contra as leis dos outros países pois temos como experiência o Tratado de Versalhes que nos humilhou, envergonhou e destruiu toda a estrutura da nossa nação.


Depois de Hitler finalmente ser libertado, voltou a criar aquele que era o melhor partido; mais tarde teríamos tudo aquilo que desejávamos. Dois anos após ter entrado no partido nazi, em 1929 fui nomeado comandante das


SS. Nos próximos 16 anos passamos de 290 homens para um batalhão, sempre sobre as or- dens de Hitler. Criamos aquela que foi a melhor ideia da história, os campos de trabalho com que podíamos afastar todos aqueles que fragilizavam o nosso povo.


Os campos de trabalho passaram a campos de concentração e depois a campos de ex-


termínio onde nos podíamos livrar dos parasitas e orgulhar de tudo o que estávamos a fa- zer como descobrir os limites da dor no ser humano.


Hoje mato-me, pois ninguém me há-de matar por ter feito o que estava correto. Se


me arrependo de alguma coisa? Apenas me arrependo de não ter conseguido exterminar to- das aquelas raças inferiores.


Alemanha, orgulha-te!


Nota: Heinrich Himmler - Comandante Militar das SS e um dos homens mais poderosos da Alemanha Nazi e um dos principais responsáveis diretos pelo Holocausto.


Rui Reis e Joana Batista – 9.ºC 51


Page 1  |  Page 2  |  Page 3  |  Page 4  |  Page 5  |  Page 6  |  Page 7  |  Page 8  |  Page 9  |  Page 10  |  Page 11  |  Page 12  |  Page 13  |  Page 14  |  Page 15  |  Page 16  |  Page 17  |  Page 18  |  Page 19  |  Page 20  |  Page 21  |  Page 22  |  Page 23  |  Page 24  |  Page 25  |  Page 26  |  Page 27  |  Page 28  |  Page 29  |  Page 30  |  Page 31  |  Page 32  |  Page 33  |  Page 34  |  Page 35  |  Page 36  |  Page 37  |  Page 38  |  Page 39  |  Page 40  |  Page 41  |  Page 42  |  Page 43  |  Page 44  |  Page 45  |  Page 46  |  Page 47  |  Page 48  |  Page 49  |  Page 50  |  Page 51  |  Page 52  |  Page 53  |  Page 54  |  Page 55  |  Page 56  |  Page 57  |  Page 58  |  Page 59  |  Page 60  |  Page 61